Serkat | Fiscalização da SEF fecha 2015 com 259 operações realizadas
 



NOTÍCIAS NOTÍCIAS
Veja também:

Como tirar alvará de funcionamento
Melhores práticas de gestão financeira que todo empreendedor precisa conhecer
Entenda de forma simples como apurar lucro de um negócio
Abra sua empresa sem preocupações
Margem de contribuição: entenda o que ela representa no seu negócio
Como ser estratégico na escolha da localização do seu negócio
Senado discute reabertura de programa que refinancia dívidas com a União
4 Ps do Marketing: entenda o que são e como podem ajudar na sua estratégia
Previsão de vendas: entenda o que é e as vantagens de aplicar no seu negócio
5 cargos em finanças que estão em alta em 2021

Veja Mais +

Fiscalização da SEF fecha 2015 com 259 operações realizadas
Data da publicação: 07/01/2016
Meta para 2016 é intensificar ainda mais as ações fiscais e repetir desempenho


A Secretaria de Estado da Fazenda realizou 259 operações de fiscalização em 2015, um crescimento de 85% em relação ao ano anterior. O saldo inclui operações presenciais no varejo e no trânsito e auditorias realizadas internamente a partir do cruzamento de dados. “Num ano difícil para a economia brasileira e, consequentemente para a economia catarinense, o intenso trabalho da equipe de fiscalização da Fazenda foi ainda mais importante para os cofres do Estado”, avalia o secretário Antonio Gavazzoni. Nos últimos anos, a fiscalização da Fazenda vem intensificando seus controles contra a sonegação com o desenvolvimento contínuo de ferramentas tecnológicas que facilitam a realização de auditorias e detecção de fraudes. Nos últimos dois anos, o número de fiscalizações praticamente quadruplicou. O objetivo principal das operações é buscar a regularização espontânea. “O fisco tem que orientar os contribuintes sobre os procedimentos tributários corretos”, afirma Gavazzoni.

Evolução da fiscalização

2013 – 66 operações

2014 – 140 operações

2015 – 259 operações

 

Operações em destaque – Algumas operações se destacaram durante o ano pelo volume de estabelecimentos fiscalizados ou por valores recuperados:

1. Presença Fiscal no Trânsito

Operação de fiscalização de mercadorias em trânsito realizadas em todo o Estado.

– 6 edições

– 7.723 veículos vistoriados

– 508 notificações fiscais

 

2.  Megaoperações

O Grupo Especialista em Automação Fiscal, com o apoio dos Grupos Regionais de Fiscalização, realizou duas megaoperações de presença fiscal no varejo, a Checklist e a Amigo Oculto. A Checklist fiscalizou 2.355 varejistas e registrou 40% de irregularidades. A Amigo Oculto, a maior operação da história do fisco catarinense pelo volume de contribuintes fiscalizados (3.270 lojas), registrou 22% de irregularidades e retornou a muitos dos contribuintes vistoriados na Checklist.

 

3. Carne Legal

Operação realizada pelo Grupo Especialista Setorial Agroindústria. O objetivo é verificar a regularidade do pagamento do ICMS devido pelas entradas de carne bovina/bufalina de outros estados. Na primeira fase, o fisco contatou diretamente as empresas e foram pagos, parcelados ou notificados R$ 7,8 milhões. Na segunda fase, os contribuintes que não pagaram espontaneamente estão sendo notificados, totalizando R$ 6,5 milhões em ICMS.

 

4. Comércio Exterior

O Grupo Especialista Setorial Comércio Exterior registrou um pagamento espontâneo de R$ 27 milhões (parcelado) na operação Crédito do Frete.

 

5.  Material de Construção

O Grupo Especialista Setorial Material de Construção conclui em 2015 a operação “Cerâmicas e Pedreiras”, totalizando R$ 39,9 milhões em infrações e notificação fiscal, dos quais R$ 11,3 milhões foram pagos ou parcelados e R$ 5 milhões pagos espontaneamente.

 

6. Concorrência Leal

A operação que fiscaliza as empresas enquadradas no Simples Nacional registrou quase 9 mil atendimentos a contribuintes que buscavam esclarecimentos para a regularização de informações fiscais.

 

7. Comunicações

Nas auditorias fiscais encerradas pelo Grupo Especialista Setorial de Comunicações foram emitidas 12 notificações, totalizando R$ 18,2 milhões.

 

8. Redes de estabelecimento

O Grupo Especialista Setorial em Redes de Estabelecimentos cobrou R$ 13 milhões em ICMS declarado e não pago ao Fisco.

 

Fonte: Portal Contábil SC

 

 

Comentários





Redes Sociais

Serkat
Rua Rui Barbosa, N. 149
Centro - Lages - SC
Fone/Fax: (49) 3222 1826
contato@serkat.com.br

Procon
Serkat Site Seguro Google
Estúdio Sul