Serkat | Brasileiro paga imposto até dormindo, diz economista
 



NOTÍCIAS NOTÍCIAS
Veja também:

Como tirar alvará de funcionamento
Melhores práticas de gestão financeira que todo empreendedor precisa conhecer
Entenda de forma simples como apurar lucro de um negócio
Abra sua empresa sem preocupações
Margem de contribuição: entenda o que ela representa no seu negócio
Como ser estratégico na escolha da localização do seu negócio
Senado discute reabertura de programa que refinancia dívidas com a União
4 Ps do Marketing: entenda o que são e como podem ajudar na sua estratégia
Previsão de vendas: entenda o que é e as vantagens de aplicar no seu negócio
5 cargos em finanças que estão em alta em 2021

Veja Mais +

Brasileiro paga imposto até dormindo, diz economista
Data da publicação: 29/02/2016


Muitas vezes a gente pensa que por estar dormindo não está pagando impostos. Mas na verdade, se você deixa a geladeira ligada, tem a energia elétrica. E a energia elétrica,  por exemplo, paga 40 % de imposto. Então, o brasileiro paga imposto, sim, e paga imposto até quando está dormindo.

A afirmação é do economista-chefe da Associação Comercial de São Paulo, Marcel Solimeo, nosso convidado na Entrevista de Valor no Em Conta de hoje (26). Ele conversa sobre o famoso “Impostômetro”,  painel instalado em várias capitais e que aponta, a cada segundo, a previsão do que foi arrecadado, desde o começo do ano, de impostos pelos governos federal, estaduais e municipais.

O economista acha que o “Impostômetro”, apesar de ser uma previsão, deve fechar este ano de 2016 com mais de R$2 trilhões arrecadados. Ele diz que os governos só não arrecadam mais porque “a economia está quase parada e boa parte da arrecadação depende das vendas no comércio, que estão muito fracas.” Na verdade, ele explica, na entrevista, que não fica estranho tanta arrecadação com a economia em recessão.

Como houve aumento de vários impostos, esta é uma parte da explicação. A outra parte é o aumento de preços porque, embora o brasileiro esteja consumindo menos, acontece que o imposto é proporcional ao preço. Por isso a arrecadação não está menor este ano, apesar da recessão, da queda das vendas, por causa do aumento dos produtos. Então o brasileiro está pagando duplamente. Ele paga imposto por consumir e paga pelo aumento de preços.

Passa ver direto no painel do Impostômetro qual o total de impostos arrecadados clique aqui

Em cima do assunto, o repórter Daniel Lima, da Agência Brasil, transmite o informe da Receita Federal dando conta da queda da arrecadação, neste ano “por causa dos indicadores econômicos”. Segundo os dados oficiais, a arrecadação de impostos no setor industrial caiu 11,9%. No setor de serviços, caiu 10,96%.

Fonte: Agência Brasil

 

Comentários





Redes Sociais

Serkat
Rua Rui Barbosa, N. 149
Centro - Lages - SC
Fone/Fax: (49) 3222 1826
contato@serkat.com.br

Procon
Serkat Site Seguro Google
Estúdio Sul