Serkat | Fazenda de SC e Receita Federal sincronizam malhas do Simples Nacional
 



NOTÍCIAS NOTÍCIAS
Veja também:

Como tirar alvará de funcionamento
Melhores práticas de gestão financeira que todo empreendedor precisa conhecer
Entenda de forma simples como apurar lucro de um negócio
Abra sua empresa sem preocupações
Margem de contribuição: entenda o que ela representa no seu negócio
Como ser estratégico na escolha da localização do seu negócio
Senado discute reabertura de programa que refinancia dívidas com a União
4 Ps do Marketing: entenda o que são e como podem ajudar na sua estratégia
Previsão de vendas: entenda o que é e as vantagens de aplicar no seu negócio
5 cargos em finanças que estão em alta em 2021

Veja Mais +

Fazenda de SC e Receita Federal sincronizam malhas do Simples Nacional
Data da publicação: 01/04/2016
Em Santa Catarina, malha da Fazenda será mantida. Objetivo é evitar divergências nas informações entre SEF/SC e RFB


 

Em reunião realizada na última semana em Brasília, a Fazenda de Santa Catarina e a Receita Federal definiram a sincronização das malhas fiscais dos contribuintes enquadrados no regime do Simples Nacional, que serão lançadas em 2016. Como o fisco catarinense tem uma malha já estabelecida e mais abrangente que a malha nacional, ficou definido que a Operação Concorrência Leal(da SEF/SC) será mantida no modelo atual. A malha nacional, denominada Alerta, quando se tratar da mesma fonte de informação, apresentará valores iguais.

“Na sincronização, uma malha complementará a outra e ambas terão o mesmo conteúdo, evitando divergências nas informações”, explica Luiz Carlos de Lima Feitoza, coordenador do Grupo Especialista Setorial do Simples Nacional – Fazenda de Santa Catarina (GESSIMPLES/SEF). A malha nacional será formada com base em dados de documentos fiscais eletrônicos de saídas e cartão de crédito e débito, enquanto a Operação Concorrência Leal continuará utilizando todas as fontes existentes no banco de dados da SEF/SC.

A Fazenda continuará a apresentar detalhadamente os dados por meio do Sistema de Administração Tributária (SAT). No Portal do Simples Nacional constarão apenas valores declarados e valores apurados. O auditor fiscal Júlio César Narciso também participou da reunião, que contou com a presença da coordenação nacional de fiscalização da RFB, secretário executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, de representantes  dos estados de Alagoas, Paraná, São Paulo, Santa Catarina e da Prefeitura de São Paulo, representando a Abrasf – Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais.

 

 Fonte: Portal Contábil SC

 

Comentários





Redes Sociais

Serkat
Rua Rui Barbosa, N. 149
Centro - Lages - SC
Fone/Fax: (49) 3222 1826
contato@serkat.com.br

Procon
Serkat Site Seguro Google
Estúdio Sul