Serkat | Câmara aprova reinclusão de empresas no Simples Nacional
 



NOTÍCIAS NOTÍCIAS
Veja também:

Oficialização do Pronampe como política de Estado segue para sanção presidencial
A inteligência emocional e o mundo empreendedor
Qual a diferença entre empresário e empreendedor?
O que nunca te contaram sobre empreender!
Documento de arrecadação do Simples Nacional já pode ser pago via Pix
Conheça a estratégia usada pelos maiores empreendedores do mundo
Empreendedorismo verde: O que é e como pode ser estratégico?
Será que o trabalho remoto realmente traz benefícios para as empresas?
Governo avalia perdão de tributos a pequenas empresas
Guia simples para iniciar o seu negócio

Veja Mais +

Câmara aprova reinclusão de empresas no Simples Nacional
Data da publicação: 28/06/2018


A proposta que permite a readmissão das empresas excluídas do Simples Nacional em janeiro de 2018 foi aprovada pelo plenário da Câmara dos Deputados, nesta segunda-feira (25). Agora, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 500/18, do deputado Jorginho Mello (PR-SC), será enviado para votação no Senado Federal.

De acordo com o texto, para retornarem ao regime diferenciado de tributação, as micro e pequenas empresas excluídas deverão aderir ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pert-SN). O prazo para requerer a reinclusão é de 30 dias a partir da data de adesão ao parcelamento, com efeitos retroativos a 1º de janeiro de 2018, contanto que a empresa ainda se enquadre nos requisitos do Simples Nacional.

O projeto para possibilitar a readmissão no Supersimples surgiu em razão da derrubada do veto presidencial ao chamado Refis das MPEs, em abril deste ano. Com isso, as microempresas excluídas aguardam a definição para poderem aderir ao parcelamento.

Para o diretor Político-Parlamentar da Fenacon, Valdir Pietrobon, a aprovação do projeto foi uma importante vitória para as MPEs, que são o sustentáculo social e econômico do Brasil. “É fundamental criar um ambiente de negócios favorável às micro e pequenas empresas. Elas são as grandes geradoras de emprego e renda no país. Então, é prioritário que se possibilite a reinclusão destas empresas no Simples Nacional e a adesão ao Refis para, assim, continuarem a girar a economia brasileira”, destacou.

Continue acompanhando as notícias da Fenacon para maiores informações sobre o programa de parcelamento.

 

Fonte: Portal Contábil SC

 

Comentários





Redes Sociais

Serkat
Rua Rui Barbosa, N. 149
Centro - Lages - SC
Fone/Fax: (49) 3222 1826
contato@serkat.com.br

Procon
Serkat Site Seguro Google
Estúdio Sul